Facebook: “Desafio dos 10 anos” pode ser usado para reconhecimento facial

Você já aderiu à onda do momento “Desafio dos 10 anos” no Facebook e nas outras redes sociais como Twitter e Instagram?

A partilha dessas fotografias com 10 anos de diferença pode estar a ser usado para ajudar a melhorar o reconhecimento facial.

Desafio dos 10 anos - Facebook

Partilhar fotografias nossas, sejam antigas ou novas, já faz parte do nosso dia-a-dia nas redes sociais. Porém, é mais uma forma de invadir a privacidade dos utilizadores (usuários).

Actualmente, uma das principais tendências do Facebook e outras redes sociais (como o Twitter e Instagram) é o “Desafio dos 10 anos“, que consiste em colocar uma foto actual do ano 2019 e outra tirada há 10 anos, ou seja, em 2009. Na publicação (post), colocam-se  as seguintes hashtags: #10yearschallenge em inglês ou #Desafio10anos em português.

Entretanto, esse desafio está a criar uma óptima oportunidade para as empresas que desenvolvem o reconhecimento facial.

Pois, essa brincadeira está a movimentar as redes sociais e gera uma dúvida:

Até que custo vale a nossa privacidade e a colecta de dados, como essas fotos, sem a nossa autorização?

Como o Desafio pode ajudar a desenvolver o reconhecimento facial?

Com a colocação online de várias fotografias, actuais ou com 10 anos, as empresas podem usar essas fotografias públicas e introduzi-las em programas para serem usadas em algoritmos de reconhecimento facial tendo o objectivo de melhorar o reconhecimento facial e identificar padrões de envelhecimento.

Assim, o envelhecimento das pessoas em 10 anos de vida pode ser estudado por essas empresas.

Como as empresas têm acesso às fotografias?

Vamos analisar todas as 3 redes sociais (Facebook, Instagram e Twitter) e ver como é que as empresas podem ter acesso às fotografias.

Facebook

No Facebook, existem dois métodos para que as empresas consigam ter acesso às fotografias dos utilizadores.

Se estiver a utilizar um perfil, terá de colocar a publicação (post) como Público.

Se estiver a usar uma Página (Fan Page), basta colocar lá a fotografia. Fica automaticamente como Pública e todos os utilizadores com e sem conta de Facebook terão acesso.

>> Veja clicando aqui a diferença entre Perfis e Páginas de Facebook. <<

Por falar em páginas de Facebook, você já nos segue lá? Clique aqui para abrir a nossa página e deixe o seu gosto (ou curtida).

Instagram

Se você precisar aceitar os “pedidos de amizade”, as suas fotos estarão apenas disponíveis para os seus contactos. Logo, além dos seus contactos (seguidores), mais ninguém irá ter acesso ao conteúdo do seu perfil.

Porém, se você tiver o perfil como público, isto é, não precisa aceitar autorizações de seguidores, qualquer utilizador da rede social poderá ter acesso às suas fotos, sem pedir para segui-lo.

Twitter

O Twitter funciona como um perfil de Facebook. Você tem a opção de escolher se quer os tuítes (publicações) como públicopara apenas seus seguidorespessoas que você seguevocês seguem um ao outroapenas você.

Se você colocar a publicação como público, todo e qualquer utilizador terá acesso à sua publicação.

Tenha em atenção que a sua foto de perfil estará sempre como público e não há como pô-la só para os seus contactos.

Para mais informações sobre as configurações de visibilidade do perfil de Twitter, clique aqui.

Quem denunciou essa possibilidade?

Kate O’Neill publicou no dia 12 de Janeiro um tuíte:


Em Português:

Eu 10 anos atrás: provavelmente teria jogado com uma imagem (meme) de perfil de envelhecimento no Facebook e no Instagram.
Eu agora: pondero como todos esses dados podem ser extraídos para treinar algoritmos de reconhecimento facial sobre a progressão da idade e reconhecimento de idade.

A especialista em privacidade e tecnologia Kate O’Neill, que também é autora do livro “Tech Humanist” e fundadora da KO Insights, comentou o desafio com essa brincadeira na sua conta de Twitter e foi entrevistada pela Wired.

As pessoas devem reflectir sobre o cuidado que tem de ter com a utilização da Internet principalmente nas redes sociais (clique aqui para ver o nosso artigo onde falamos sobre a nossa Privacidade e o Facebook).

Participar em brincadeiras e testes que se tornam virais, parece ser muito divertido, mas pode comprometer a privacidade dos utilizadores.

Portanto, todo o cuidado é pouco quando se trata da nossa privacidade!

Depois dessa polémica, o Facebook veio a público no Twitter, desmentindo qualquer intenção de usar esses dados públicos. Veja o tuíte do Facebook em resposta ao artigo da Wired publicado por Nicholas Thompson que escreveu na sua publicação: “Digamos que você queria treinar um algoritmo de reconhecimento facial no envelhecimento. O que faria? Talvez comece um meme como“.

Em Português:

O desafio de 10 anos é um meme gerado pelo utilizador (usuário) que começou por conta própria, sem o nosso envolvimento. É uma prova da diversão que as pessoas têm no Facebook e é isso.

Muitas celebridades como o Messi e Whindersson Nunes já aderiram ao desafio. E você? Vai aderir ou vai agir como a Kate O’Neill? 

O que você acha disso? Deixe-nos a sua opinião.

Você gostou do artigo? Então partilhe-o.

Sobre: Rui Silva

Fundador e criador do site "i-Técnico - Informática Para Todos".

Deixe um comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.