Links encurtados: O que são e para que servem?

Você já viu aqueles links curtos que reencaminham para um outro endereço de site?

Neste artigo, iremos explicar ao leitor que links são esses, para que servem, onde podem ser criados e alertar para alguns cuidados a ter-se com esses links.

Encurtador-URL

Imaginemos o seguinte: você tem um link muito comprido para copiar, por exemplo

http://www.i-tecnico.pt/whatsapp-aprenda-fazer-as-primeiras-configuracoes/

Seria muito mais simples copiar o mesmo link mas “encurtado”:

http://bit.ly/PrimeirasConfigsWhatsApp

Concorda?

Então, vejamos agora…

O que são os links encurtados?

A redução do URL (“Uniform Resource Locator“, em português “Localizador Padrão de Recursos”) ou encurtamento, é uma técnica utilizada na Internet que permite tornar acessível uma página através de um URL muito curto. Este URL encurtado poderá ser usado além do endereço original, pois ao ser usado o URL encurtado irá ser redireccionado para o endereço original.

Os URL’s encurtados começaram a aparecer em 2001 através do site makeashorterlink.com. Porém o primeiro grande serviço que ficou mais conhecido (e ainda hoje é) é o TinyURL e foi criado em 2002. Desde então até aos nossos dias, outros serviços surgiram com o mesmo objectivo.

A Google também tem um encurtador de links e chama-se Google URL Shortener que foi lançado em 2010.

Geralmente estes URL’s encurtados permitem ao utilizador que os criou, poder monitorizar o URL (saber quantos cliques foram feitos, entre outros).

Quais são os perigos?

Quando um URL é encurtado, a sua origem é mascarada (escondida), logo não se sabe qual vai o redireccionamento desse URL.

Esta técnica é muito usada para espalhar SPAM, redireccionar para sites que têm objectivos maliciosos, etc.

Conselhos

Se o utilizador verificar que o URL está encurtado, deverá:

  • Desconfiar sempre
Leia mais:  Conhecem o Pacman? e o Biteman?

O utilizador deverá desconfiar sempre, pois nunca se sabe qual é o redireccionamento desse URL. Em e-mails, a desconfiança deverá ser redobrada.

  • Ver se o site original é de confiança

Veja se o site é de confiança. Quando os sites são de confiança, geralmente usam sempre URL’s encurtados personalizados, usando letras do alfabeto e números de 0 a 9.

  • Informar-se sobre a origem daquele URL encurtado

Informe-se sempre sobre a origem daquele URL encurtado. Mais prevenir que remediar!

Quais são os serviços actualmente disponíveis?

Existem muitos serviços que oferecem a possibilidade de encurtar URL’s, eis os 4 exemplos mais conhecidos:

  • TinyURL (clique aqui)
  • Bitly.com (clique aqui)
  • Goo.gl (clique aqui)
  • Ow.ly (clique aqui)

Alguns destes serviços disponibilizam rastreio de seus links encurtados, ou seja, o utilizador poderá ficar a saber quantas vezes foram abertos, onde são mais abertos (através de um site, de uma rede social, etc.).

E você, já conhecia este tipo de URL’s? Conhece outros? Conte-nos a sua experiência.

Deixe-nos o seu comentário (ver aqui como comentar).

Sobre: Rui Silva

Fundador e criador do site "i-Técnico - Informática Para Todos".

2 Replies to “Links encurtados: O que são e para que servem?”

  1. Olá, sou analfabeta funcional digital, quero aprender mais para trabalhar com a internet. Existem sites que pagam para encurtar URL’s e quero saber mais osbre o assunto. Se puder me indique sites ou blog’s para eu aprender mais..

    • Olá Maristela,
      Antes demais agradeço o seu comentário.
      Já visitou e leu todos os nossos artigos? Tenho a certeza que irá aprender muito sobre Informática e complementar os seus conhecimentos para poder trabalhar com a Internet. Todos os artigos estão escritos de forma simplificada, o que permite uma óptima aprendizagem.
      Cumprimentos.

Deixe um comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.