Vírus: O que são e o que fazem?

Você já ouviu certamente falar de vírus para computador. Mas sabe o que é?

Quando se ouve falar em vírus no computador, o certo é que o computador está com problemas.

Neste artigo, iremos ver o que são os vírus e o que eles fazem. Venha connosco.

Virus-o-que-sao

O que é um vírus informático?

Vírus de computador ou vírus informático é aquele programa que é instalado, para causar problemas a pessoas, empresas ou até instituições, pois podem capturar ou até apagar dados, alterar o funcionamento do sistema operativo ao ponto de conseguir impedir o seu próprio funcionamento, entre outros danos mais ou menos grave, tudo dependendo do seu objectivo.

Assim como na vida, fora da Informática, os vírus propagam-se e a solução é sem dúvida a “vacina”, que em Informática é conhecida por “antivírus”, entre outras.

Com a aparição dos smartphones, actualmente os vírus também se espalham pelos sistemas operativos desses dispositivos móveis, pelos mesmos métodos usados num computador.

Resumindo…

Um vírus ou malware é um programa informático malicioso (contracção das palavras “malicious” que significa “malicioso” e “software“), criado com um código de software feito com a intenção de prejudicar seja quem for, podem ser dados, pessoas ou dispositivos.

Quem são os criadores de vírus?

Os hackers e os crackers (ver aqui) são os que criam os vírus, usando as mais variadas estratégias, para atingir inúmeros objectivos.

Que tipo de vírus existem?

Actualmente existem vários tipos de vírus. Vamos citar aqui alguns:

Cavalos de Tróia

Também conhecidos por “Trojans”, são programas maliciosos (malware), criados para abrir portas no computador da vítima. Existem vários tipos de cavalos de Tróia, os mais conhecidos são:

  • o Keylogger (que permite registar tudo o que é digitado, com o fim de capturar senhas, números de cartão de crédito, etc.),
  • o Backdoor (programas maliciosos usados com função de espião, ou seja, pode ser usado para vigiar todas as actividades do sistema operativo, ou em casos piores, poderão controlar o computador da vítima),
  • o Mouselogger (que tem a mesma funcionalidade que o keylogger, mas desta vez para o rato).
Leia mais:  Siga o Pai Natal com o Google

Ransomware

É um programa malicioso (malware) que apresenta na tela uma “proposta” ousada, ou seja, poderá aparecer uma mensagem na tela da vítima, com uma espécie de chantagem ou ameaça, inventando que os dados existentes no disco rígido irão ser todos apagados. Em troca, é pedido para se pagar uma soma com o cartão de crédito ou por transferência bancária.

Vírus de boot

É aquele que se ataca ao arranque do sistema operativo (o boot), ou seja, é logo activado assim que o computador for ligado.

Time-bomb

É aquele que é conhecido por ser activado apenas em determinado momento ou dia, definido pelo seu criador, por exemplo, o “Sexta-feira 13”. Em português esses vírus são conhecidos por “bomba-relógio”.

Worm

Também conhecido por “Minhocas” ou “Vermes”, é um programa completo que é instalado em computadores para se propagar, tornando a máquina completamente vulnerável a outros ataques, podendo também provocar danos com o tráfego de rede.

Spywares

(“programas espiões”) são programas que “espionam” as actividades dos computadores das vítimas ou capturam informações sobre eles, e são geralmente “escondidos” em softwares de origem duvidosa (freeware ou shareware).

Há mais vírus?

Sim, há outras categorias de vírus, que também são conhecidas, como os Adwares (janelas pop-up que vão aparecendo no ecrã) e os Botnets.

Mas existem vírus “bons”?

Sim, existem e chamam-se os “falsos positivos“, que são detectados pelo antivírus, mas não são “perigosos” e podem ficar no computador, sem quaisquer problemas. São exemplos os cracks, keygens, etc.

Como se proteger?

  • Deverá sempre recorrer ao Antivírus (software capaz de reconhecer os vírus informáticos, com o objectivo de proteger o utilizador desses programas maliciosos);
  • Ter a Firewall do Windows sempre activa;
  • Instalar antispywares (anti-espiões) e verificar que estejam sempre actualizados;
  • Ter sempre o computador com o sistema operativo actualizado e o seu antivírus;
  • Evitar a navegação em sites de pouca confiança;
  • Não abrir e-mails de remetentes desconhecidos e todos aqueles que são directamente identificados como sendo SPAM.
Leia mais:  Weblock for kids: o navegador seguro para crianças

Lista de antivírus

Actualmente existem várias ofertas de programas de antivírus, mas os mais conhecidos são os seguintes:

  • Norton Antivírus
  • McAfee
  • AVG
  • Avast
  • Avira
  • Kaspersky
  • Comodo
  • Windows Defender (da Microsoft)

A maioria oferece a versão gratuita e tem outras soluções pagas, para utilizadores avançados. Para encontrar esses antivírus, basta procurar no Google pelo nome deles.

Como também já existem vírus em smartphones, essas marcas também comercializam antivírus para dispositivos móveis.

E você já teve algum destes vírus no seu computador? Deixe-nos a sua “história”.

Deixe-nos o seu comentário (ver aqui como comentar).

Você gostou do artigo? Partilhe-o!

Sobre: Rui Silva

Fundador e criador do site “i-Técnico – Informática Para Todos”.

Aviso: Todo e qualquer texto publicado neste site não reflecte, necessariamente, a opinião do site i-Técnico ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados são da inteira responsabilidade dos leitores que escreveram. É importante saber que a administração deste site reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que possam ser ofensivos, caluniosos, preconceituosos, ou que possam de alguma forma prejudicar terceiros. Comentários sem a devida identificação (nome completo e endereço válido de e-mail) do seu autor também poderão ser excluídos (ver aqui como comentar).

Um Comentário para: “Vírus: O que são e o que fazem?

Deixe um comentário.