Windows XP: É já em abril o fim do seu suporte, e agora?

O Windows XP não terá mais suporte já a partir do próximo dia 8 de abril de 2014. Mas o que vai acontecer? Muitas perguntas estão atualmente surgindo, vamos responder a algumas.

Fim-do-Windows-XP

Com este artigo, continuamos o nosso objetivo de alertar os nossos leitores que o suporte do Windows XP está a chegar ao seu término, sendo que a partir do próximo dia 8 de abril de 2014 o seu suporte chegará ao fim. A Microsoft decidiu já há algum tempo acabar com o Windows XP e o Office 2003, para “obrigar” os seus utilizadores a migrarem para sistemas operativos mais recentes, como o Windows 7 e o atual Windows 8.

É de todo importante que o leitor fique conhecendo os porquês da necessidade da atualização do seu Windows XP para um Windows mais moderno, que se seguem:

1) Os programas

Atualmente já não se fazem programas para o Windows XP, todos são focados para o Windows 7 e 8, e sistemas de 32 e 64 bits. O próprio Office 2013 já tem essa opção de instalação, podemos escolher entre a instalação a 32 ou 64 bits. A maioria dos programas já só estão disponíveis para novas versões do Windows.

2) Antivírus / Spywares

Segundo o Telegraph, a Microsoft continuará a providenciar avisos de vírus aos utilizadores de Windows XP até dia 14 de julho de 2015, um ano após o fim do suporte a outros softwares.

3) Atualizações do sistema operativo

As atualizações incluindo qualquer suporte acabará mesmo este ano em abril a dia 8. Significa que o sistema operativo se tornará obsoleto, vulnerável a qualquer ataque pirata se ligado à Internet e muito sensível à introdução de suportes físicos (discos externos, pendrives e CD’s/DVD’s).

Quanto ao Office 2003, este também deixará de receber as atualizações semanais (patch tuesday) que são feitas normalmente às terças-feiras.

Leia mais:  Microsoft disponibiliza Office online

Os hotfixes deixam de ser seguros, bem como qualquer outra atualização do sistema operativo que tenha feito. Além do mais, por experiência própria, concluímos que o Windows XP já não está a fazer atualizações como era suposto fazer, pelo que recomendamos a migração para um Windows mais recente o mais brevemente possível, afim de evitar problemas.

Posto isto, vamos responder a algumas perguntas que nos foram feitas ultimamente.

A minha empresa possui computadores com XP instalado. O que devo fazer?

Esta é uma questão muito difícil de responder, pois existem uma infinidade de atividades económicas cuja atualização do sistema operativo poderá tornar-se num orçamento muito dispendioso para o volume de negócios da própria empresa.

Outras empresas não poderão atualizar o Windows XP devido à falta de suporte dos seus equipamentos. Por exemplo, uma indústria que utiliza máquinas CNC (Computer Numeric Control ou Controle Numérico Computadorizado) com programas já antigos, poderá não conseguir efetuar as atualizações para um novo sistema operativo.

Recomendamos ainda que se informe junto do seu contabilista ou empresa responsável pela sua contabilidade, pois poderá ter benefícios fiscais ao renovar o seu parque informático e instalar novos sistemas operativos.

Para melhores informações e mais técnicas, consulte sempre o seu técnico de informática responsável ou a loja onde tenha adquirido os seus computadores.

Posso instalar o Windows 8 diretamente sobre o Windows XP?

Sim, com certeza, a sua instalação é bastante fácil e com o tutorial que a Microsoft teve o cuidado de publicar (ver aqui) é muito mais fácil, qualquer pessoa conseguirá instalar o Windows 8, mas aconselha-se sempre a presença de um técnico de informática.

Porém aqui ficam as nossas recomendações: sabendo que o XP saiu há mais de 10 anos, por mais que tenha feito upgrades (atualizações de hardware) à sua máquina, certifique-se antes demais se todo ohardware é compatível com os requisitos do Windows 8.

Leia mais:  Rumor: Skype poderá não ser mais actualizado para Windows XP SP2

De acordo com a Microsoft, os requisitos do Windows 8 são:

  • Processador: 1 GigaHertz (GHz) ou mais rápido com suporte para PAE, NX e SSE2
  • RAM: 1 GigaByte (GB) para Windows 8 com 32 bits ou 2 GB para o Windows 8 com 64 bits
  • Espaço livre na unidade de disco rígido (HD): 16 GB para 32 bits e 20 GB para 64 bits
  • Placa gráfica: dispositivo gráfico Microsoft DirectX 9 com controlador WDDM

Podemos confirmar que, recorrendo à nossa experiência como utilizador normal, esses requisitos são mesmos básicos, ou seja, para fazer o mínimo com o nosso PC, pelo que recomendamos que tenhamhardware muito melhor do que esse, equiparado às novas máquinas. Neste sentido, a hipótese de adquirir um novo computador será mesmo a considerar.

Os drivers da minha impressora antiga são compatíveis com o Windows 8?

Deverá verificar no Windows Update se existe alguma atualização, aconselhamos também que veja no site do fabricante se existem ou não atualizações dos drivers para o Windows 8. Mas fique tranquilo pois a Microsoft colocou um vasto repositório de drivers de impressoras, multi-funções e webcams no Windows 8. Agora com a tecnologia PnP (Plug and Play ou Ligar e Usar) que tem vindo a melhorar dia para dia através de novos BIOS, ligar um componente ou periférico ao seu computador é muito mais fácil, basta ligá-lo! 🙂

Não gosto do Windows 8, posso instalar o Windows 7?

Sim, se tiver uma ou várias licenças, porque desde o final de outubro de 2013 a Microsoft deixou de vender o Windows 7 no retalho ou seja nas lojas. Portanto, recomendamos mesmo que instale o Windows 8, pois tal como o Windows XP, o Windows 7 também não terá mais suporte dentro de pouco tempo.

Leia mais:  Microsoft retira links da última build do Windows 10

Então, mas… o XP vai mesmo acabar? Vou conseguir ligar o PC com XP no dia 9 de Abril?

O que vão acabar são as atualizações e todo o suporte do Windows XP e Office 2003, mas o leitor poderá continuar ainda a usá-lo normalmente, embora possa ficar mais vulnerável a ataques informáticos (vírus). Para evitar tudo isso, aconselhamos mesmo a migração para o Windows 8.1.

Resumindo…

Para o bem do leitor, seja a nível pessoal ou de caráter profissional, aconselhamos a atualização para o Windows 8.1, independentemente dos custos.

Você gostou do artigo? Partilhe-o!

Sobre: Rui Silva

Fundador e criador do site “i-Técnico – Informática Para Todos”.

Deixe um comentário.