Facebook: Dados dos utilizadores vendidos por 5 dólares

Hoje em dia, quando se fala em Facebook, pensamos logo na rede social. Porém, o Facebook é também uma empresa que procura gerir e angariar mais lucro, como qualquer outra empresa em Portugal e no mundo. Neste sentido, vendeu 1.1 milhões de emails de utilizadores do seu Facebook a Bogomil Shopov, um blogger búlgaro, pelo preço unitário de 5 Dólares americano. A venda desses emails incluiu todos os dados dos respectivos utilizadores (nome, idade, localidade, etc.).

Mas afinal, existirá forma de nos proteger?

Esta notícia publicada no Forbes, deixou-me deveras preocupado com a utilização dos nossos dados no Facebook. Apesar desta rede social estar actualmente investigando como é que este senhor búlgaro conseguiu tal compra, não deixa de ser algo que nos inquieta a qualquer utilizador do Facebook.

Tendo em conta que existem muitas empresas a colaborar com o Facebook, desde empresas de publicidade a empresas que comercializam os seus jogos, os nossos dados podem ser acedidos facilmente por terceiros. Não sabemos nem podemos afirmar ou apontar qual é a empresa culpada de tudo isto.

Como nos proteger?

Sempre que acedemos a um novo jogo, a uma nova aplicação estamos a pôr em risco os nossos dados (nome, emails, números de telefone/telemóvel, fotografias, as nossas publicações, etc.). Para restringir e delimitar o acesso a essas informações, Facebook tem uma página de fácil acesso (basta clicar aqui ou copiar e colar na barra de endereços  o seguinte endereço https://www.facebook.com/settings ).

Definições gerais da conta

Vamos clicar portanto, em Aplicações do lado esquerdo deste ecrã.

Clicar em Aplicações

De seguida, vamos ter acesso a todas as aplicações que acedem aos nossos dados.

Definições de aplicações

Para controlar, por exemplo o jogo “Pyramid Solitaire Saga“, podemos clicar nele.

Neste espaço, podemos então:

  • ver o último acesso da aplicação aos nossos dados e outras informações (os emails partilhados, a forma como publica na nossa cronologia e para quem, a forma como interage connosco enviando-nos notificações ou não).
  • eliminar a aplicação

 

Espero ter ajudado com este artigo. Se necessitarem de mais alguma informação, não hesitem a comentar.

Você gostou do artigo? Então partilhe-o.

About Rui Silva

Fundador e criador do site "i-Técnico - Informática Para Todos".

Deixe um comentário.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.