Rumor: Skype poderá não ser mais actualizado para Windows XP SP2

Desde a sua actualização para a versão 6.7, os utilizadores do Windows XP Service Pack 2 queixam-se de que o Skype não funciona e nem sequer arranca. Este erro deve-se à inexistência do ficheiro KERNEL32.dll no Service Pack 2, tendo sido uma novidade no Service Pack 3.

Skype-WinXP-SP2

Sabendo que o suporte do Windows XP Service Pack 2 (SP2) terminou no dia 13 de Julho de 2010, a Microsoft pretende que os seus utilizadores actualizem o sistema operativo Windows XP para o Service Pack 3 ou para um sistema operativo mais recente (Windows 7 ou 8).

Actualmente as duas últimas versões do Skype lançadas há relativamente pouco tempo, nomeadamente a versão 6.7 e 6.9, não são suportados pelo Windows XP Service Pack 2, dando o seguinte erro logo após da sua instalação:

Skype-WinXP-SP2_001

A solução desse “Fatal Error” poderá passar pela actualização do sistema operativo Windows XP para o Service Pack 3 ou para um sistema operativo mais recente, Windows 7 e Windows 8, ou poderá passar temporariamente pela não actualização do Skype, ficando assim pela versão 6.6.

Para uma análise mais profunda do assunto, poderá ler o nosso artigo “Skype 6.7 é incompatível com Windows XP com SP2” (clique aqui para aceder ao artigo).

Com este erro e estas duas últimas versões, pressupõe-se que a Microsoft pretende não actualizar mais o Skype para o Windows XP Service Pack 2. Não havendo ainda nenhuma fonte oficial, esta notícia poderá ser apenas um rumor da nossa parte. Talvez a próxima actualização do Skype para ambiente de trabalho Windows será de novo compatível com o Service Pack 2 do Windows XP. Não sabemos pelo que vamos ficar atentos. Até lá, já sabem das nossas recomendações e soluções.

Você gostou do artigo? Então partilhe-o.

About Rui Silva

Fundador e criador do site "i-Técnico - Informática Para Todos".

3 Replies to “Rumor: Skype poderá não ser mais actualizado para Windows XP SP2”

Deixe um comentário.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.