A Microsoft vai actualizar automaticamente as versões antigas do Windows 10

O seu computador tem uma versão antiga do Windows 10 instalada? A partir de Novembro de 2019, a Microsoft vai forçar a actualização e instalar a versão actual.

Neste artigo, você irá ver o que isso significa e as consequências dessa actualização forçada.

Computador com Windows 10

Desde o lançamento do Windows 10, já foram lançadas muitas actualizações. Veja, ou reveja, clicando aqui as versões do Windows 10 que foram lançadas. Nesse mesmo artigo, explicámos como ver a versão do seu Windows 10.

O que vai mudar a partir de Novembro de 2019?

A partir de Novembro de 2019, a Microsoft irá forçar a actualização de todos os dispositivos que tenham instalado o Windows 10.

Nesse momento, todos os dispositivos terão de estar com a versão 1903 que é a actualização de Maio de 2019, chamada “May 2019 Update”. Clique aqui para ver o estado dessa última actualização (informação em inglês).

O que significa essa actualização forçada?

Sabendo que o mês de Novembro de 2019 também é o fim do suporte da versão 1803 do Windows 10 (conhecida por “April 2018 Update”), esta versão deixará de receber quaisquer actualizações menores. Falamos de actualizações de segurança, correcções de bugs (problemas) e outras vulnerabilidades, etc.

Forçar a actualização do Windows 10 significa proteger os utilizadores (usuários) de vulnerabilidades e várias ameaças, que não são mais corrigidas em versões anteriores deste sistema operativo.

Assim, como já referido, esta nova política é um método para que todos os utilizadores (usuários) do Windows 10 estejam a usufruir a mesma versão.

Como é que a Microsoft vai conseguir isso?

A explicação foi dada através de um tweet (tuíte) da própria Microsoft:

Não percebe inglês? Calma, damos uma ajudinha:

Estamos começando a treinar o processo de lançamento baseado em aprendizado de máquina, para actualizar dispositivos que estejam a executar a Actualização de Abril de 2018 e versões anteriores do Windows 10. Leia mais aqui:

De acordo com o tweet (tuíte) da equipa do “Windows Update”, esse processo de actualização forçada vai ser feito recorrendo ao machine learning ou “aprendizado de máquina” (é um tipo de inteligência artificial, que consiste na aprendizagem da máquina de forma autónoma através da experiência adquirida com algoritmos). Vai ser aplicado já na versão que foi lançada em Abril de 2018 (conhecida por “April 2018 Update”) e em versões anteriores do Windows 10.

Por outras palavras, a actualização forçada vai ser feita de modo autónoma, ou seja, você enquanto utilizador (usuário) não vai precisar intervir. Esta actualização não poderá ser mais negada nem adiada ao contrário das últimas.

As consequências dessa actualização forçada

Conforme explicámos há algum tempo (clique aqui para ver o artigo), esta última actualização de Maio de 2019 implica ter um maior espaço no seu disco.

Logo, todos os utilizadores que tenham discos de tamanho inferior, serão forçados a fazer um upgrade (actualizar) o seu hardware e instalar um novo disco rígido (HD).

Se você está ainda a usar um disco rígido pequeno (por exemplo até 60GB), esta é uma boa altura para pensar em comprar um disco rígido (HD) maior e instalar desde já a nova versão. Clique aqui para saber como ver o espaço disponível que tem no seu disco rígido.

E você tem o seu Windows 10 actualizado? Se não tem, porquê? Deixe-nos o seu comentário.

 

Você gostou do artigo? Então partilhe-o.

About Rui Silva

Fundador e criador do site "i-Técnico - Informática Para Todos".

Deixe um comentário.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.